Destaques

Artículos

Avaliação da Contaminação Bacteriana em Seringas de Ácido Hialurônico Após Trinta Dias de Utilização
Edicione: 60 | Número: 4 | Año: 2019 | Artículo

Avaliação da Contaminação Bacteriana em Seringas de Ácido Hialurônico Após Trinta Dias de Utilização

O número de procedimentos adotados com ácido hialurônico em preenchimentos orofaciais tem aumentado. É plausível identificar pontos que exigem maior atenção em relação às sobras nas seringas aplicadoras, pois esse material, se armazenado, pode sofrer contaminação. A presente pesquisa teve por objetivo avaliar a presença de micro-organismos no ácido hialurônico remanescente em seringas aplicadoras de uso único utilizadas e armazenadas em ambiente refrigerado por 30 dias. Foram coletadas amostras de 30 unidades de seringas de ácido hialurônico que continham restos do material, de marcas comerciais diferentes. Alíquotas dos restos de ácido hialurônico foram semeadas em placas de Petri contendo meios de cultura ágar sangue de carneiro a 5%, ágar BHI (Brain Heart Infusion) sangue de carneiro a 5% e ágar Mueller Hinton para verificar o crescimento de micro-organismos após o período de incubação de 24h e 48 h (37 ºC). Houve crescimento de Staphylococcus aureus, enterobactérias e Streptococcus sp. em cerca de 6% das amostras. Com base nos resultados obtidos nesta pesquisa, seringas aplicadoras de ácido hialurônico de uso único, previamente dosadas, após utilizadas e armazenadas por 30 dias, apresentaram contaminação bacteriana, o que contraindica o reaproveitamento delas.
Letícia Zaffari Carmo Benvenuti
Letícia Zaffari Carmo Benvenuti
Substituição de Pino Metálico e Cimentação de Diferentes Espessuras de Cerâmica: Caso Clínico
Edicione: 60 | Número: 4 | Año: 2019 | Artículo
Substituição de Pino Metálico e Cimentação de Diferentes Espessuras de Cerâmica: Caso Clínico
Orlando Reginatto
Soluciones estéticas con el uso de resina infiltrante
Edicione: 60 | Número: 4 | Año: 2019 | Artículo
Soluciones estéticas con el uso de resina infiltrante
Andrea Freire

Visión Clínica

Planejamento multidisciplinar para implante em área estética
Edição 60 /2019

Planejamento multidisciplinar para implante em área estética

RELEVÂNCIA CLÍNICA

DCada procedimento que precisamos realizar em regiões estéticas requer um planejamento minucioso, multi e interdisciplinar.

Mesmo com todas as informações disponíveis na internet e nas redes sociais, temos que ter em mente que o paciente é um leigo em odontologia. Ele normalmente lê o que está na moda, pede e questiona alguns procedimentos e tratamentos para seu caso, mas não consegue integrar os procedimentos. Normalmente vê tudo de forma isolada.

E essa dificuldade não é...

Eduardo Santini
Eduardo Santini